quarta-feira, 21 de maio de 2008

Eu e a Carrie Bradshaw


A cada episódio do Sex and The City descubro que penso mais e mais como a Carrie.
A diferença é que eu sempre estou comprometida com um homem, e portanto, sempre sou menos realizada em meus mínimos desejos.

Os dias passam, a data do casamento chega, e cada vez mais eu sinto que casar é aprender a abrir mão. Abrir mão de um sapato pra comprar um lustre, não fazer aquela viagem do fim de semana e ter o ventilador de teto com paleta de plástico...e abrir mão de nossas prioridades!

Estou aprendendo também que os homens são seres egoístas. SIM, ELES SÃO!
Acho muito meigo e sincero os blogs das noivinhas falando do quanto lindos e maravilhosos são os homens com quem vão casar.
Mas isso é óbvio: se meu noivo não tivesse muito de lindo e maravilhoso não teria por que passar por esse stress que é o casamento.
Ficava deitada em minha cama box, emendando Grey´s Anatomy, com House, House com Sex And the City, Sex and the City com Desperate Housewives. Pro resto da vida. Com minha mãe trazendo torradinhas de alho, pastel doce e limonada. Pegava minha poupança e ia andar de bicileta e fazer windsurf no verão do leste europeu.

Mas todo homem que eu conheço tem um lado maravilhoso e um lado profundamente egoísta. As prioridades deles são urgentes e inadiáveis, e as prioridades do resto do mundo são “coisas chatas, que tomam meu tempo, e que não posso resolver agora”.
Felizmente o amor dá espaço para a chantagem emocional. E se tem uma coisa que sou, assumidamente, é dramática e manhosa.

Sinto-me um porre. Um porre daqueles bem enjoados, de catuaba selvagem com mel de abelha rainha.

Me chamem de louca, mas hoje não vejo a hora de tudo passar, festa, lua-de-mel, stress....
Só pra ficar de camiseta masculina, esparramada no meu novo sofá, em minha nova casa, assistindo um episódio antigo onde Carrie conclui que, simplesmente, não dá pra viver sem os homens.

7 comentários:

Roberta disse...

hauhauhauhauhuhaa
ameiiii

Preta e Preto disse...

Perfeito! É exatamente isso. Não podemos fingir que certas coisas não existem, como, por exemplo, o egoísmo dos homens. Eu acho que ser egoísta é item de série do homem. O que temos que fazer é aprender a conviver. E fazer nossas chantgenzinhas de vez em quando.
Vou te add no meu blog!
Beijos
Cintia

Preta e Preto disse...

Qual será o vestido que vai me escolher???
Beijo
Cintia

Mi disse...

Antes de ler esse post, tenho q te dar esse link!
Vc precis ler esse post:
http://lucianaaith.multiply.com/journal/item/3/Primeiro_Post_Fotolog_Meu_casamento_e_Afins
Lu Joaninha enfim postou sobre o casamento caipira dela!
Lê e me dizzzz!

Mi disse...

Hahahahahaha...
Adorei a conclusão sobre o egoísmo masculino!
Identificação total de quem passou a noite no hospital e foi socorrida pela mãe!
O motivo? O marido achou que era drama e qdo eu liguei pra minha mãe ele se ofendeu pq não conto com ele como meu companheiro!
Guento com isso?
Até amanhã, minha noivinha caipira! Vi seu vestido hj!!!

lu aith disse...

Li tudo!
Comentei em quase todos!
Amei ler vc, somos bem parecidas em muitos pontos.
Vai dar tudo certooooooooooo!
Bjsss

Zeza disse...

Emmi! Anei sumida... como andam os preparativos na boca do casório???? Qlq coisa, já sabe - sim, eu sou repetitiva: grita, hein?

uma beijoca